Dermatite Alérgica por Picada de Pulga (DAPP)

O que é?
É uma alergia extremamente frequente em países de clima quente, principalmente nos meses de verão e outono, desencadeada pela picada da pulga. Ao picar a pele, este inseto injeta sua saliva que contém substâncias potencialmente alergênicas, desencadeando uma dermatite pápulo-pruriginosa disseminada.

Sintomas principais
Alopecia, eritema, pápulas, descamação em região lombo-sacra, ou disseminada em toda extensão dorsal do cão. No gato pode se manifestar como pápulas crostosas na região cervical, em foramto de um colar, denominada dermatite miliar felina. Pode estar acompanhda por otite ou infecções fúngicas e bacterinanas secundárias da pele.

Displasia Epidérmica em West Highland White Terier

Na Dermatologia Veterinária Este termo “displasia epidérmica” indica um desenvolvimento anormal dos queratinócitos, células da epiderme, somado a uma hipersensibilidade exagerada à levedura Malassezia sp, microrganismos sapróbios da pele dos cães e dos gatos.

Alguns autores suspeitam que a origem deste defeito na renovação epidérmica e da resposta exacerbada à Malassezia, tenha uma origem genética e hereditária, determinada por uma herança recessiva autossômica ainda não identificada. Porém, há controvérsias neste ponto, pois alguns pesquisadores observaram que cães Westies com diagnóstico de displasia epidérmica, obtido mediante exame histopatológico de biópsia cutânea, que foram tratados com xampus desengordurastes e antifúngicos, bem como antifúngico e antibiótico orais, mostraram uma melhora acentuada do quadro clínico e, no novo exame dermato-histopatológico de espécimes colhidas 4 meses após o início do tratamento, houve uma mudança no padrão histológico, para o de uma  dermatite perivascular superficial. Estes achados permitiram concluir que a displasia epidérmica é uma ração inflamatória de hipersensibilidade cutânea à antígenos da Malassezia sp, ou ainda resultado de um excessivo auto-traumatismo, e não uma distúrbio congênito de queratinização.

Os sintomas clínicos desta doença são pele oleosidade cutânea (seborréia) , descamação, Alopecia (perda do pelame) , acompanhados de prurido (coceira intensa) à medida em que a infecção fúngica se instala. A pele se torna espessa (hiperqueratótica) , escura (hiperpigmentada) e com odor rançoso desagradável, nos casos crônicos.
O quadro se inicia por volta dos 6 aos 12 meses de idade , inicialmente na região facial (cefálica), abdominal  e das extremidades dos membros,  se espalhando por todo o corpo. Normalmente vem acompanhado de uma excessiva produção de cerume em orelhas (meatos acústicos), prurido ótico e piodermite secundária.

O diagnóstico é dado mediante o exame histopatológico de biópsia cutânea, somado aos sintomas e lesões observados.

Dermatologia Veterinária – O prognóstico desta afecção é bastante reservado, uma vez que os casos crônicos respondem pobremente à terapia, havendo necessidade de manutenção perpétua de medicamentos que aliviem os sintomas, uma vez que não há cura definitiva.  

Acantose Nigricante

Sinônimos
Acanthosis Nigricans.

O que é?
É uma padrão de reação cutânea pouco frequente que acomete exclusivamente cães, sendo os da raça Teckel mais acometidos. Pode ser primária (idiopática) ou secundária (a alergias, endocrinopatias, fricção excessiva nas áreas de dobras cutâneas, dentre outros).

Sintomas principais
Hiperpigmentação, liquenificação, seborréia e alopecia axilar, podendo se estender para membros torácicos e regiões ventral do pescoço, perineal, peri-ocular e de pavilhão auricular.

Acne Canina e Felina

O que é?
Inflamação da unidade pilo-sebácea que acomete a região mentoniana e peri-labial de cães e gatos. É mais frequente em cães jovens, mas pode acoemer felinos de todas as idades.

Sintomas principais
Nos cães aparecem pápulas, pústulas e furúnculos nas regiões mentoniana e e peri-labial, e frequentemente encontra-se associada à infecção secundária por bactérias e fungos. Nos gatos observam-se comedos, exsudação e ocasionalmente furúnculos nas regiões citadas.

Adenoma Sebáceo

O que é?
É um tumor de glândula sebácea, muito frequente dentre os cães e pouco frequente dentre os gatos, sendo mais prevalente em aninais idosos.

Sintomas principais
Lesões solitárias isoladas ou múltiplas, circunscritas, macias, untusosas ou hiperqueratóticas ao toque, com aparência de couve-flor e coloração rósea ou amarelada.

Alergia Alimentar

Sinônimos
Hipersensibilidade alimentar

O que é?
Reação de hierpsensibilidade a antígenos ingeridos, nomalmente aos de natureza protéica. Entretanto qualquer ingrediente é potencialmente alergênico, incluindo os aditivos e conservantes dos produtos industrializados.

Sintomas principais
– Prurido generalizado ou localizado.
– Alopecia, descamação, crostas, eritema.
– Pode haver piodermie e otite externa secundárias.

Mais informações aqui.

Alopecia Areata

O que é?
É uma dermatopatia pouco frequene que acomete principalmente os cães da raça Teckel e se caracteriza por perda do pelame, estando a pele hígida (sem qualquer sinal de inflamação), ocasionda provavelmente por um ataque imunológico aos folículos pilosos.

Sintomas principais
Alopecia focal ou disseminada, porém mais frequente na cabeça e pescoço, em áreas bem delimitadas.

Alopecia dos Mutantes de Cor

Sinônimo
Alopecia por diluição de cor.

O que é?
É uma condição hereditária (genodematose) que acomete cães que apresentam a coloração do pelame azulada ou meio desbotada ao nascer.É mais frequente nos cães das raças Doberman, Teckel, Whippet, Chow chow, Pinscher, Chihuahua, Setter Irlandês, Poodle e Yorkshire.

Sintomas principais
Os primeiros sintomas aparecem, na maioria dos casos, por volta dos 5 anos de idade, e são pelame seco e opaco, coloração desbotada, pápulas e comedos disseminados, hiperpigmentação, seborréia e, por vezes, piodermite secundária.

Alopecia Sazonal do Flanco

O que é?
Perda de pelame (alopecia) na região lateral do flanco, simétrica ou não, de natureza cíclcia e recidivante (ocorre predominantemente na primavera e no verão), que acomete preferencialente cães da raça Airedale terrier, Bulldog Inglês e Boxer.

Sintomas principais
Alopecia focal em região lateral do flanco, bilateral ou não, podendo estar acompanhada por descamação e foliculite.

Alopecia X

Sinônimos
Dermatite responsiva a hormônio de crescimento, hiposomatotropismo, pseudo-cushing, dermatite responsiva à castração.

O que é?
Trata-se de uma alopecia de etiologia misteriosa, provavelmente desencadeada pela alteração na ligação dos hormônios sexuais nos seus receptores localizados nos folículos pilosos. É facilmente confundida com outras endocrinopatias e acomete principalmente cães de porte pequeno e médio, preferencialmente machos. Acomete preferencialmente cães de raças nórdicas, como Chow chow, Pomerânea, Spitz, Husky siberiano, além do poodle.

Sintomas principais
Alopecia simétrica (9 meses aos 3 anos), perda do pêlo primário, dando um aspecto lanoso à pelagem, alopecia na linha da coleira, períneo e membros pélvicos, hiperpigmentação cutânea.